Morre, aos 67 anos, o cantor Roberto Leal

Morre, aos 67 anos, o cantor Roberto Leal

O cantor tratava um câncer de pele há dois anos. Auge da carreira do artista português muito conhecido no Brasil foi na década de 1980


Ocantor português Roberto Leal morreu neste domingo (15/09/2019), em São Paulo. O artista tinha 67 anos e ficou nacionalmente conhecido pela música Bate o Pé. A morte foi confirmada pelo Hospital Samaritano, onde o artista estava internado desde a última terça-feira (10/09/2019).

O cantor tratava um câncer de pele há dois anos. O auge da carreira do português foi na década de 1980, quando participava com frequência de programas de TV de sucesso, como o Cassino do Chacrinha, da Rede Globo

As causas da morte não foram divulgadas. Segundo a assessoria do cantor, ele teve complicações em decorrência de uma insuficiência renal. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento. Roberto Leal morou em São Paulo nos últimos anos de vida.

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, por meio de nota homenageou o cantor, que era conhecido como embaixador da cultura portuguesa no Brasil.

“O Presidente da República recorda Roberto Leal com amizade, lembrando o seu papel junto das comunidades portuguesas, nomeadamente no Brasil, com ligação às suas raízes, durante várias décadas”, diz a nota.

Trajetória de Roberto Leal

Roberto Leal, nome artístico de António Joaquim Fernandes, nasceu em Macedo de Cavaleiros no dia 27 de novembro de 1951.

No Brasil desde 1962, quando tinha 11 anos, Leal ficou famoso em 1971 com o lançamento da música Arrebita, do refrão Ai, cachopa, se tu queres ser bonita, arrebita, arrebita, arrebita.

FONTE: Site Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *